O que faz um arquivista

Os profissionais conscientes da amplitude da função da informação na sociedade contemporânea, bem como do seu gerenciamento social, econômico e estratégico, e capacitados para gerir a organização e as novas tecnologias serão aqueles sobre os quais recairá o papel de articulador de áreas estanques como a de administração, a de informática e a de informação.

Isto aponta para a necessidade de um multiprofissional, capaz de associar o conhecimento das novas tecnologias a um perfil gerencial adequado, com competência para gerir todo o processo que envolve a informação, seja aquela advinda do ambiente interno ou do ambiente externo da organização.

O arquivista está capacitado a atuar nas áreas de DOCUMENTAÇÃO E INFORMAÇÃO (arquivos públicos, arquivos de instituições educacionais, arquivos hospitalares, arquivos médico-odontológicos, arquivos empresariais, centros de documentação, centros de análise de informação, centros de restauração e de conservação preventiva de documentos, etc.), de COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO (emissoras de rádio e de televisão, jornais, empresas cinematográficas, videotecas, etc.), de CULTURA E LAZER (arquivos históricos, museus de arte, galerias de arte, agências de turismo, etc.) e de TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (birô de microfilmagem, arquivos virtuais, setor de informática de empresas públicas ou privadas, etc.).